the-world-of-the-marriage-por-que-doramas

[RESENHA] The World of the Married

Chegou a hora de falar do drama que destronou Sky Castle e pegou o pódio de maior audiência da TV paga sul-coreana. Sim, estamos falando de The World of the Married. O drama – exibido pela JTBC – é uma adaptação da série britânica Doctor Foster e, durante a exibição de seu último episódio, marcou 31 pontos de audiência na região metropolitana de Seul. 

Incrível, né? Mas o que fez de The World of the Married esse fenômeno?O drama é realmente muito bom? É sobre isso que vamos falar nessa resenha. 

Pega a pipoca e prepare-se para tretas. Muitas tretas. 

 

The World of The Married: nem tudo é o que parece ser 

 

Ji Sun-woo (Kim Hee-ae) tem a vida perfeita. Ela é uma médica de família de sucesso, vive em um casa linda e de alto padrão, tem um filho adolescente bonito, educado e estudioso. Além disso, é casada com Lee Tae-oh (Park Hae-joon), um produtor de filmes que nunca desiste dos seus sonhos e a quem Sun-woo apoia emocional e financeiramente. Apesar de estarem junto há 15 anos, o casal vive em uma eterna lua de mel. Para completar, Sun-woo tem amigos incríveis e uma vida social invejável. 

the-world-of-the-marriage-por-que-doramas
Imagem: Divulgação/JTBC

Mas, é claro, nem tudo é o que parece ser. Um dia, a médica descobre que está sendo traída. Para piorar, todos os amigos do casal sabem e aprovam o caso extraconjugal. A amante é Yeo Da-kyung (Han So-hee), uma mulher de 20 e poucos anos, bonita e filha de um homem rico e influente, tudo o que Tae-oh precisa para garantir um investimento para o seu negócio. A forma como Sun-woo descobre toda a verdade é ainda mais cruel: durante uma festa para celebrar o aniversário de Tae-oh. Em choque, ela deixa o evento mais cedo e então o que não poderia ficar pior, obviamente, fica. O filho do casal, Lee Joon-young (Jeon Jin Seo), vê e filma o pai com a amante.

the-world-of-the-marriage-por-que-doramas
Imagem: Divulgação/JTBC

Em busca de vingança 

O mundo de Sun-woo desaba, as relações entre pais e filho se abalam. E é aí que começa a vingança da protagonista. Aos poucos ela vai encontrando formas de desmascarar o marido que, mesmo sob pressão, continua negando o caso. Essa busca por retaliação é a força motriz de The World of the Married e ela é a causa de todas as dolorosas consequências que seguem o drama. 

Imagem: Divulgação/JTBC

Boa parte dos episódios do drama tem classificação etária de 19 anos. Isso quer dizer que a produção tem conteúdo adulto e que pode ser sensível para a audiência mais nova. Um exemplo disso é a violência contra a mulher em diversos momentos. As cenas são explícitas, incomodam e podem gerar gatilhos para muitas pessoas. Porém, a violência – física e psicológica – são características fundamentais para o desenvolvimento da história. Mas, recomendamos cautela se o assunto um tópico sensível para você. 

 

O drama merece todo esse sucesso? 

 

Sim, sim e sim! The World of the Married tem um elenco incrível – Kim Hee-ae dona premiada da Coreia – e os atores são excelentes, desde o pequeno personagem até os protagonistas. Os episódios são eletrizantes e não há um minuto em que você não fique tenso, chocado, boquiaberto e roendo as unhas. Claro que o sucesso do drama vai muito além do elenco e do conteúdo. 

Imagem: Divulgação/JTBC

Assim como Sky Castle, The World of the Married foge do clichê e usa uma história cheia de reviravoltas para falar de temas reais e que chamam a atenção do espectador: traição, vingança, interesse financeiro. Podemos citar também a complexidade dos personagens. Eles fogem daquela dualidade de “bom e mau”. A cada episódio vemos mais e mais camadas de cada um deles. Ninguém é totalmente bom, nem totalmente mau. Acima de tudo, os personagens são humanos. Para completar, o roteiro tem tudo o que a gente gosta: confusão, enfrentamento, vingança, drama e uma protagonista poderosa. 

Imagem: Divulgação/JTBC

Vale ainda citar que The World of the Married fala de alguns dos muitos tabus da sociedade sul-coreana: o divórcio e o machismo que as mulheres divorciadas sofrem todos os dias. São vários os momentos em que as capacidades profissionais e parentais de Sun-woo são questionadas. Frases como “uma mulher divorciada não consegue” ou “você não pode trabalhar e cuidar do seu filho sozinha” são alguns dos exemplos. 

 

The World of the Married vale a pena do início ao fim!

O último episódio poderia ser melhor? Poderia. Pontas e histórias ficaram soltas e ainda caberiam alguns episódios. Mas nada disso tira de The World of the Married a coroa de melhor drama de 2020 (até agora!). 

 

⇨ Onde assistir

Drama fansubs 

Kingdom Fansub 

Star fansubs 

⇨ Avaliação 

 

 

 

O que vocês acharam de The World of the Married. Conta para gente nos comentários! E fique ligado aqui no PQDM que logo logo vamos trazer mais listas e reviews! 

Ah,  não esquece de seguir a gente no Facebook e também no Instagram, tá bom?!

Beijos e até a próxima.

Deixe o seu comentário

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *